Você é um apaixonado pela natureza e quer muito ter um cantinho verde em casa, mas acha que não tem como, pois mora em um apartamento ou sua casa é muito pequena? Calma! Vamos te apresentar o jardim vertical.

O jardim vertical é um estilo de jardim que ocupa pouquíssimo espaço, auxilia no isolamento e conforto visuais, podendo ajudar a dividir os ambientes internos e externos, por exemplo, e é esteticamente lindo. Vamos começar explicando os tipos que nós trabalhamos e indicamos:

Jardim Vertical Artificial

Essa é uma ótima opção para quem não tem muito tempo e busca algo que não demande manutenção. As plantas artificiais tem movimento e brilho similar às plantas naturais, garantindo um ambiente bonito e com grande durabilidade.

Jardim Vertical Preservado

Para quem busca plantas naturais, mas sem a necessidade de manutenção, o mais indicado é o jardim vertical preservado. As plantas naturais passam por um processo ecológico que garante a integridade das folhagens e textura, sem que seja preciso a manutenção, como nas plantas naturais.

Jardim Vertical Musgo

Também utilizando a técnica do jardim preservado, a parede de musgos garante, assim como os jardim artificial e o jardim preservado, um ambiente livre de insetos, conforto acústico e térmico, sem necessidade de rega ou cuidados especiais, além da limpeza periódica.

Jardim Vertical Natural

Recurso normalmente utilizado em áreas externas, pode também ser aplicado em áreas internas por quem ‘não abre mão’ do uso de plantas naturais. Como toda ‘planta vida’, requer cuidado constante e, devido a necessidade de rega, que pode ser manual ou automatizada, se utilizado em ambiente interno, a previsão de um ponto de drenagem ou ralo para escoamento da água excedente é fundamental.

Independentemente do tipo escolhido, é possível aplicar este recurso de diferentes formas e em ambientes diversos: 

Ambientes Internos

É possível cobrir aquela parede sem graça com vida. Caso a opção for pelo uso do jardim natural, basta tomar alguns cuidados especiais sobre as espécies de plantas escolhidas, para que não demande muita manutenção, nem gere sujeira extra no ambiente.

Apartamentos

Existem modelos próprios para apartamentos, com tamanhos e iluminação adequados para o seu lar. É preciso se preocupar com o tipo de local e a planta que vai ficar no jardim, pois a ideia é que a sua casa tenha verde o ano todo.

Além do charme, os painéis verdes podem ajudar a ‘esconder coisas’, recurso utilizado acima, em que as condensadoras de ar condicionado foram escondidas pelos painéis de jardim vertical artificial.

Paredes Totalmente Verdes

Sabe aquela parede da sua varanda que é sem graça e sem vida? É possível completá-la inteiramente com um jardim vertical, deixando o ambiente mais charmoso, convidativo e ‘vivo’.

Ambientes Comerciais

Diversos ambientes corporativos e comerciais, como lojas, restaurantes e shoppings, estão aderindo aos jardins verticais como forma de ‘dar mais vida’ aos seus espaços e sensação de bem estar aos seus usuários. Alguns prédios também estão se tornando mais “verdes”, deixando as cidades mais charmosas. Na região do Minhocão, em São Paulo, quatro prédios já contam com jardins verticais em suas fachadas.

Seja qual for o modelo escolhido, é preciso ficar atento também aos materiais utilizados para montagem da estrutura do jardim vertical. Uma boa estrutura, muitas vezes, não é a mais econômica, mas o custo-benefício vale a pena, principalmente em termos de segurança. Alguns materiais podem dar problemas futuros ou não sustentar o jardim como o prometido.